5 de agosto de 2020

Instalação de móveis planejados em imóvel alugado. Como funciona?

Postado por Imobiliária Cidade em 05/ago/2020 -

Quando moramos em um imóvel alugado nem sempre é tão fácil. Há uma série de regras a serem seguidas, geralmente personalizar o apartamento ou a casa e deixa-los com a nossa cara é uma tarefa mais complicada.

Investir em um mobiliário planejado no imóvel que está alugado às vezes não pode ser uma boa opção, haja vista que dificilmente eles são adaptáveis em outros ambientes, pois são totalmente personalizados.

Ambientes planejados auxiliam na mobilidade do imóvel (Viva Decora)

Mas e se mesmo assim você desejar fazer a aquisição de móveis planejados para o apartamento ou casa que mora, pode estar se perguntando, mas será que o proprietário pode me reembolsar ao fim do contrato?

Bom, o proprietário não possui nenhuma obrigação de fazer o reembolso deste valor. Não é uma regra. A Lei do Inquilinato (8.245/91) prevê como dever do locatário a devolução do imóvel, no final da locação, no mesmo estado em que recebeu.

Como falamos, por sua vez, o reembolso do que o locatário investiu não é obrigatória por parte do proprietário.  Isto porque a instalação de móveis planejados não é considerada tão necessária.

O locatário pode optar por algum outro modelo de mobiliário que possa ser removido facilmente ao final do contrato de locação.

A nossa dica é que antes de fazer qualquer investimento dentro do imóvel, principalmente móveis planejados, é importante conversar com o proprietário para ver se ele tem interesse neste tipo de mobiliário para poder fazer uma negociação de reembolso ou descontos de aluguel.

Confira mais sobre o tema em nosso 24º episódio do Cidade Descomplica.

Por: Imobiliária Cidade

0 Comentários

Os comentários estão fechados.